30/11/07

Sondagem sobre a Barragem

Vamos lá então saber quantos estão ou não estão de acordo com a hipotética construção de uma barragem na Assureira, conforme se relata no "post" abaixo.

Façam o favor de votar!

Ah! Para quem não sabe, "Tanto me fai", é uma expressão castreja que significa "Tanto me faz", ou seja é-me indiferente.

8 comentários:

fotógrafa disse...

Então pessoal? só dois votos???
Vamos lá dizer o que pensam...
Bom fim de semana

Eira-Velha disse...

Gosto do "tanto me fai". Já por aqui abordei uma frase de minha mãe que aos meus ouvidos soava "fam como te fam" e que agora acho que seria "fai como te fan" ou seja, "faz como te fizerem a ti".
Um abraço e...
... força na berga!!!

daniel parra disse...

hola!

te puedo pedir un favor??
qué significa en gallego "rabo coto" referido a un perro?? es un rabo corto? peludo? largo?
es que el traductor lo ignora...
parrulo ya he encontrado en un blog que es como "patito" :)

por favor, si tú o alguien que entre a comentar me puede solucionar este dilema... es que tengo que ilustrarlo.. y claro, la diferencia entre un rabo largo y corto.... son muchos centímetros! xD

moitas grazas ;)

Bocanegra disse...

Daniel,

Infelizmente não te posso ajudar! Não conheço a expressão "RABO COTO" e julgo que não é usada em Castro Laboreiro (pelo menos eu nunca a ouvi!).

De qualquer forma deixo aqui o apelo: - Quem souber o significado da expressão em causa, faça o favor de ajudar o Daniel.

Obrigado.

Bocanegra disse...

Daniel,

Pensado melhor julgo que posso explicar a origem dessa expressão, embora, como já disse, ela não seja utilizada em Castro Laboreiro.

Ora bem: - Há determinadas raças de cães a quem é cortado o rabo quando são muito pequenos. Esse corte tem objectivos ou estéticos ou utilitários.

Exemplo do corte de rabo por motivos estéticos é aquele que se faz aos cães BOXERS ou BULDOGUES. Este corte tem origem no facto de tais cães terem sido utilizados como cães de luta (o que infelizmente ainda acontece nos nossos dias).

Exemplo do corte de rabo por motivos utilitários é aquele que se faz a algumas raças de cães perdigueiros (exemplo: O PERDIGUEIRO PORTUGUÊS). Este corte destina-se a evitar que o cão, quando caça, espante as perdizes com o barulho que poderia ocorrer quando o cão abana lateralmente o rabo, enquanto busca e para a peça de caça.

O que poderá esclarecer o mistério da expressão é que a parte miníma do rabo que não é cortada e que é muito pequena chama-se "O COTO" do rabo.

Esta talvez seja aorigem da expressão "RABO COTO", mas não posso garantir...

Anónimo disse...

Alguem me explica, esta expressão "Tanto me fai". É que apesar de ser de Castro só a ouvi a uma pessoa que ainda por cima não era de descêndencia castreja.
Se realmente é uma expressão de castreja elucidem-me por favor de que lugares, pois eu perguntei a várias pessoas idosas e não conheciam tal expressão.

Bocanegra disse...

Caro conterrâneo,

Não te posso indicar expressamente em que lugares se utiliza tal expressão. Aliás, nem faz muito sentido ver o assunto por esse prisma, ou seja como se fosse um regionalismo dentro da antiga "fala" castreja, já de si regionalista.

Também não sei com que pessoas idosas falas-te, o que te posso dizer é que conheço a expressão por a ter ouvido a vários Castrejos ao longo dos anos.

Desculpa não te poder elucidar melhor, mas não duvides que a expressão é Casatreja, ou melhor foi e, tanto quanto sei, ainda é utilizada por naturais de Castro Laboreiro.

daniel parra disse...

si! isto vénme ben! grazas! case con seguridade que é así!

o can é un cruzamento entre palleiro e pastor alemán, e estes cans posúen a cola moi longa e peluda, e no texto fai fincapé neste "rabo coto", así que será que é un cruzamento, pero co rabo cortado, como as razas que nomearon antes.

Bo, isto está traducido co tradutor automático... espero que se poida entender :P

moitísimas grazas tanto pola aclaración como pola brevidade!

Saúde!